sexta-feira, 22 de agosto de 2008

| Decadência Inconsciente |

Decadência Inconsciente

"Estrangeiros lhe devoram a força, e ele não o sabe, também as cãs (cabelos brancos) se espalham sobre ele, e não o sabe" (Os. 7.9).

Este é um capítulo sinistro, terrível. Ele nos dá um diagnóstico da nação de Israel. Deus deseja curá-los, mas eles não querem. O texto acima nos diz duas vezes que "ele não sabe". Esta é a situação mais perigosa para quem conhece a Deus.Situação Contrária à NaturezaVocê não notou o aparecimento dos cabelos brancos? Isto é contrário à natureza. Quando os cabelos brancos aparecem, agimos de três formas: (1) Achamos graça ou os escondemos; (2) procuremos arrancá-los; (3) usamos tinta para mudar sua cor. Não notar os cabelos brancos é estranho na natureza, mas na esfera moral e espiritual é possível. Os sinais de decadência são patentes aos outros, não a nós. A força desvanece, os sinais de saúde e frescor espiritual se vão e não temos consciência. Não existe condição mais perigosa ao nosso bem-estar, maior do que este da decadência inconsciente. Muitas vezes o desaparecimento da dor é prova de que o tétano se estabeleceu. "Ele não sabia que o Espírito de Deus havia se retirado dele" (Jz.l6.20). Sansão havia provado o poder do Espírito em sua vida, mas o perdeu e não sabia. Você pode estar indo às reuniões, lendo a Bíblia, orando, contribuindo e ainda assim estar sofrendo da degeneração espiritual. Por quê isso acontece? Porque se perde a visão do que é normal. O normal é o padrão, o modelo, o ideal Divino. Sinais de decadência são avisos de debilidade e doença. Os cabelos brancos são um aviso benéfico. O aviso não é recebido porque o sinal não foi descoberto. Os cabelos brancos não são uma tragédia; o não vê-los, sim! A inconsciência que produz descuido é, em si mesma, uma catástrofe.Onde Está a Cura?A cura vem, quando vemos o que Deus vê. Isaías viu quem ele era, porque viu primeiro o Senhor assentado num alto e sublime Trono. A beleza de Daniel se tomou em feiúra, quando viu o Senhor Jesus. João, o discípulo amado, caiu como morto a Seus pés. Não é pelo auto-exame que chegamos a ver nossa real situação diante de Deus, nem pela ajuda dos irmãos apontando nossos erros. O Salmista disse: "Na Tua (de Deus) luz, nós veremos a luz" (S1.36.9). Se pelo menos eu sei que o Espírito Santo foi "entristecido" e está sendo "apagado" em minha vida, posso examinar diante de Deus o que provocou tal condição e cumprir as condições para que Sua atuação em mim volte a ser normal.
Com que freqüência fazemos esta oração: "Sonda-me ó Deus, e vê se há em mim algum caminho mal?" (SI. 139.23,24). Não espere que os outros façam isso para você. A visão da realidade espiritual e do padrão de Deus, por meio do exame próprio severo, revelará os cabelos brancos; mas isso não os removerá. O que fazer então? Devemos nos voltar a Deus. Ele não ri dos cabelos brancos, mas também não nos ajuda a escondê-los para não serem vistos. Deus não tira os sintomas deixando a doença, e não toma parte na obra mentirosa de pintá-los de outra cor.
Só Deus é capaz de remover os cabelos brancos da nossa natureza moral e espiritual. Ele retira as forças destrutivas que estão produzindo a degeneração moral e espiritual. Somente a Luz do Senhor pode revelar corretamente nossa verdadeira situação diante dEle. Que Ele tenha misericórdia de nós!Texto selecionado por Delcio Meireles

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial